quarta-feira, 23 de abril de 2014

Mobilizadores do Seridó Potiguar reforçam ações de incentivo à interação família-escola

Participantes do Encontro de Avaliação do PMSE no Seridó
Avaliar as ações de Mobilização Social pela Educação desenvolvidas em 2013 e programar novas atividades para 2014. Esse foi o objetivo do Encontro de Avaliação do Plano de Mobilização Social pela Educação da Região do Seridó, realizado na sede do Sindicato dos Trabalhadores em Educação em Currais Novos (RN), no dia 11 de março.

Entre os participantes, o evento reuniu mobilizadores dos municípios de Parelhas, Currais Novos, Caicó, Equador, Tenente Laurentino Cruz, Florânia, Jardim do Seridó, Acari e Cruzeta. A abertura do Encontro contou com a participação da secretária de Educação de Currais Novos, Maria Aparecida Medeiros, e do articulador da Mobilização na região, Geraldo Soares Wanderley, que apresentou a pauta da atividade e as metas dos mobilizadores do Seridó para 2014.

Geraldo Wanderley, articulador da Mobilização no Seridó,
apresentou a pauta do Encontro
Para orientar a definição de estratégias e ações de incentivo à interação família-escola-comunidade a serem promovidas ao longo deste ano, o Encontro contou com a presença, ainda, do representante do Plano de Mobilização Social pela Educação no Ministério da Educação (PMSE/MEC), Sérgio Benedito Maia. Entre suas sugestões, o representante do MEC destacou a importância de buscar o fortalecimento dos conselhos escolares nos municípios do Seridó e estimulou os voluntários a instalarem um Comitê Regional, com membros de cada cidade da região, como forma de motivar e articular os Comitês locais. 

Ações priorizadas

Encontro reuniu lideranças da Mobilização no Seridó
Além de promover a exposição e debate sobre as ações realizadas e programar atividades a serem desenvolvidas por cada cidade participante do Encontro, durante o evento, também foram apontadas as metas e ações que devem ter prioridade na atuação dos mobilizadores do Seridó. Manter o trabalho de mobilização das famílias e da comunidade nas escolas públicas; contribuir para a implementação do Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa (Pnaic); realizar a 3ª Semana de Mobilização Social pela Educação do Seridó, em setembro; e buscar o apoio de agentes comunitários de Saúde para divulgar a mensagem da cartilha Acompanhem a vida escolar dos seus filhos foram algumas das ações destacadas como prioritárias.

Reunião com o Comitê de Tenente Laurentino Cruz

Ainda no dia 11 de março, após participar do Encontro com os mobilizadores do Seridó, o representante do PMSE/MEC, Sérgio Maia, se reuniu com membros do Comitê de Tenente Laurentino para monitorar a atuação do grupo desde sua criação, em dezembro do ano anterior, e auxiliar a elaboração de Plano de Ação para 2014.

Formado durante a Oficina de Formação de Mobilizadores Sociais pela Educação realizada em Tenente Laurentino nos dias 5 e 6 de dezembro, o Comitê da cidade potiguar vem se empenhando para divulgar o Plano de Mobilização junto à comunidade. Entre as ações realizadas desde sua instalação, o grupo de mobilizadores apresentou o PMSE aos gestores e técnicos da Secretaria Municipal de Educação e trabalhou o Plano durante a Semana Pedagógica com os professores.

Confira abaixo a composição do Comitê de Mobilização Social pela Educação de Tenente Laurentino Cruz (RN):

terça-feira, 22 de abril de 2014

Escola de Divinópolis (MG) mobiliza comunidade pela melhoria da Educação

A Escola Municipal Emílio Ribas, localizada na comunidade do Choro, em Divinópolis (MG), realizou, no dia 15 de março, o Dia M da Mobilização Social pela Educação. Promovida nas escolas divinopolitanas como parte do Plano de Ação do Comitê Central de Mobilização Social pela Educação da cidade mineira, a data tem como objetivo despertar a consciência sobre o compromisso social na afirmação do direito de todos os brasileiros à educação de qualidade e o papel de cada um como protagonista dessa agenda. 

Dia M na Escola Municipal Emílio Ribas
(F
oto: Assessoria PMD/Semed)

O Dia de Mobilização está inserido no calendário de todas as unidades escolares de Divinópolis, sempre em um sábado, possibilitando a participação do maior número possível de pais, lideranças comunitárias, alunos, professores e demais educadores. Em preparação para a data, os educadores da EM Emílio Ribas realizaram aulas de sensibilização, confeccionaram cartazes, murais e cartões de recepção para os participantes, além de organizar várias atrações para receber os pais, alunos e demais convidados da comunidade e região.

Durante as celebrações do Dia de Mobilização, o membro do Comitê Almeida Divino Gonçalves, professor do Centro de Referência dos Profissionais da Educação (CRPE) da Secretaria Municipal de Educação, ministrou aos pais e comunidade presentes palestra interativa sobre as orientações da cartilha Acompanhem a vida escolar de seus filhos, conscientizando as famílias a respeito da importância de contribuírem com o desenvolvimento das crianças e ter participação ativa na escola.

A mobilizadora Eliane Elisa Gonçalves, membro do Comitê local, elogiou a iniciativa da EM Emílio Ribas e destacou o papel da Mobilização Social pela Educação na busca de Educação de qualidade. “Esse é um movimento muito importante, pois integra família, escola e comunidade em prol de um objetivo único: melhorar a qualidade da Educação. Traz as famílias para dentro da escola, oferecendo oportunidade de participar ativamente do processo educativo, conhecendo os avanços e contribuindo na solução dos desafios”, refletiu.

No dia 22 de março, foi a vez das escolas municipais Oribes Batista Leite, Professora Evelina Greco dos Santos e Raio de Sol promoverem o Dia M. O restante das escolas municipais fará o evento de Mobilização Social no decorrer do ano de 2014.

quinta-feira, 17 de abril de 2014

Centenário do Sul (PR) debate estratégias para fortalecer interação família-escola

Participantes da Oficina de Formação de Mobilizadores
em Centenário do Sul (PR)
Que ações desenvolvemos? Quem são nossos parceiros? Quais são as estratégias de comunicação e conteúdos de sensibilização? Esses foram alguns dos questionamentos propostos durante a Oficina de Formação de Mobilizadores Sociais pela Educação em Centenário do Sul (PR) para incentivar o debate sobre como o município pode fortalecer a interação entre familiares e educadores. A atividade de capacitação de mobilizadores foi promovida no dia 20 de fevereiro, por iniciativa da Secretaria Municipal de Educação da cidade paranaense.

Além da secretária de Educação, Sueli Simon, e do vice-prefeito, Edgar Soares, a Oficina contou com o apoio de membros das secretarias municipais de Assistência Social e Esportes e da Câmara de Vereadores. Entre seus 120 participantes, a formação reuniu representantes das igrejas Assembleia de Deus, Assembleia de Deus Ministério Madureira e Presbiteriana, bem como professores e conselheiros tutelares.

Representantes de diversos segmentos sociais estiveram
presentes na formação
Durante a capacitação, conduzida pelo representante do Plano de Mobilização Social pela Educação (PMSE) no Ministério da Educação, Paulo Ronaldo dos Santos, os voluntários conheceram as metas e estratégias do PMSE e exemplos de boas práticas de incentivo à interação família-escola-comunidade desenvolvidas em diversas localidades. Foram apresentados também dados sobre a educação brasileira, os fundamentos da interação família-escola e orientações para implementar o Plano no município. 

Apresentação do Coral da EM São José
Com base nas informações recebidas na Oficina, os mobilizadores de Centenário do Sul deram início à articulação de Plano de Ação a ser executado na cidade. “Os participantes foram instruídos a realizar ações de mobilização com foco nas diretrizes do Plano de Metas do Plano de Desenvolvimento da Educação (PDE), à luz das necessidades locais”, destacou o palestrante, Paulo Ronaldo.

O evento contou, ainda, com atividades culturais promovidas por alunos – dança clássica, apresentada por alunas de academia local, e coral de estudantes da Escola Municipal São José.

quarta-feira, 16 de abril de 2014

Solicite exemplares da cartilha Acompanhem a vida escolar dos seus filhos e mobilize sua comunidade!

No início do ano letivo, o Blog da Mobilização lançou a Campanha de Volta às Aulas: Nenhuma Família Fora da Escola, com o intuito de aproveitar o período em que os familiares de alunos costumam estar mais presentes nas escolas para promover a sensibilização sobre a importância da sua participação no dia a dia escolar. Mas essa conscientização pode - e deve - estender-se a todo o ano.

Se você ainda não solicitou exemplares da cartilha Acompanhem a vida escolar dos seus filhos para aderir à Campanha, entre em contato conosco pelo e-mail mobilizacaosocial@mec.gov.br.

Mais informações sobre como trabalhar a cartilha junto a seus públicos de atuação podem ser encontradas no Plano de Ação disponível aqui.


terça-feira, 15 de abril de 2014

Belford Roxo (RJ) sedia Oficina de Formação de Mobilizadores Sociais pela Educação

Clique na imagem para visualizar o convite para a Oficina
O Comitê de Mobilização da Baixada Fluminense, em parceria com a Secretaria Municipal de Educação de Belford Roxo, promovem, nesta terça-feira (15), Oficina de Formação de Mobilizadores Sociais pela Educação. Realizada na sede da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) em Belford Roxo, a formação conta com exposições conduzidas pelo representante do Plano de Mobilização Social pela Educação no Ministério da Educação, Sérgio Benedito Maia.

Durante a Oficina, os voluntários vão conhecer as metas e estratégias do PMSE, bem como exemplos de sua implementação em diversas localidades e sugestões de atividades baseadas no Plano. Serão fornecidas, ainda, informações sobre a educação brasileira e orientações para a elaboração de Plano de Ação com base na realidade socioeducacional da região. Entre os participantes da capacitação estão professores, pais de alunos, técnicos da Secretaria Municipal de Educação, líderes religiosos e conselheiros dos municípios da Baixada.

Serviço

Oficina de Formação de Mobilizadores Sociais pela Educação em Belford Roxo
Data: 15 de abril de 2014
Local: OAB – Ordem dos Advogados do Brasil – Rua Tuiuti, nº 8 e 9, São Bernardo, Belford Roxo-RJ
Horário: 10 às 17h

sexta-feira, 11 de abril de 2014

Escola de Anápolis (GO) estimula aproximação entre familiares e educadores

A mobilizadora Elisabete Pereira conversou com os pais
sobre a importância da interação família-escola
 Com o objetivo de melhorar a relação entre pais e educadores e, assim, contribuir para a melhoria do aproveitamento do ensino, a direção da Escola Municipal Dr. Anapolino Silvério de Faria, em Anápolis (GO), vem realizando atividades que enfatizam a importância da participação das famílias no cotidiano escolar. Exemplo do empenho da instituição em envolver os familiares pôde ser conferido no dia 28 de fevereiro, quando a escola convidou os pais de alunos para café da manhã e conversa com os educadores.

Durante a atividade, promovida em parceria com o Comitê de Mobilização local, os familiares e profissionais da Educação discutiram sobre a necessidade de aumentar o acompanhamento pelos responsáveis não só das tarefas extraescolares, mas também dentro do ambiente escolar. Para tanto, os pais foram apresentados a todos os membros da equipe de funcionários da EM Dr. Anapolino Silvério de Faria, com o intuito de que os familiares possam se sentir mais à vontade para procurá-los caso precisem.

Ação contou com a presença de cerca de 90 familiares
De acordo com a integrante do Comitê e capelã escolar Elisabete Rosa Pereira, liderança da Mobilização em Anápolis, as ações na unidade de ensino vêm apresentando bons resultados. “Os pais apreciam as reuniões e são participativos, mesmo que ainda sejam necessários alguns ajustes e mais incentivo para que os familiares vejam a escola como um bem em seu favor e não uma ilha distante”, ponderou a mobilizadora.

Os participantes da atividade receberam exemplares da cartilha Acompanhem a vida escolar dos seus filhos, material que vem sendo utilizado pela escola nas ações direcionadas a incentivar o envolvimento dos pais.

Projeto Menino Carpinteiro

Cartilha da Mobilização é utilizada pela EM para
orientar o envolvimento dos pais no cotidiano escolar
Além do café da manhã com os pais, o Comitê de Anápolis vem contribuindo com outras ações de incentivo à interação família-escola na EM Dr. Anapolino Silvério de Faria. Desde janeiro, a mobilizadora Elisabete Pereira vem auxiliando na implementação do Projeto Menino Carpinteiro, desenvolvido em observância ao Projeto Político Pedagógico (PPP) da escola e com o apoio da Capelania Brasileira.

O Projeto busca envolver os pais, professores e a comunidade em geral em suas atividades e tem como objetivo “motivar a classe infanto-juvenil a se relacionar melhor com os colegas, discutir assuntos transversais de acordo com as idades, como fraternidade, solidariedade, entre outros assuntos, e introduzir estudantes e comunidade à bricolagem”, relatou Elisabete.

Com informações de Elisabete Rosa Pereira, mobilizadora social pela Educação em Anápolis (GO).

quarta-feira, 9 de abril de 2014

Mais Educação recebe inscrição de escolas públicas até maio

Está aberto o período de cadastramento de novas escolas públicas que pretendam integrar o Programa Mais Educação, da Secretaria de Educação Básica (SEB) do Ministério da Educação. O cadastramento deve ser feito por meio do acesso ao sistema do Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE) interativo e o cadastramento pode ser feito até o final de maio.

A oferta da educação integral é realizada por meio da diversificação de atividades educacionais. As escolas passam a oferecer orientação de estudos e leitura, com acompanhamento pedagógico, obrigatória para todas as escolas, com monitoria, preferencialmente, de estudante de licenciaturas vinculadas ao Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID), ou estudante de graduação com estágio supervisionado.

Além do acompanhamento, os participantes podem optar por ações nas áreas de educação ambiental; esporte e lazer; direitos humanos em educação; cultura e artes; cultura digital; promoção da saúde; comunicação e uso de mídias; investigação no campo das ciências da natureza e educação econômica.

A meta para 2014 é alcançar a adesão de 60 mil escolas. Escolas que se apresentam com 50% ou mais de estudantes participantes do Programa Bolsa Família mantêm-se prioritárias para o atendimento, considerando a intersetorialidade do programa com o Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), por meio do Programa Brasil Sem Miséria.

O Programa Mais Educação tem a finalidade de contribuir para a melhoria da aprendizagem, com o estímulo à ampliação do tempo de permanência de crianças, adolescentes e jovens matriculados em escola pública. É a estratégia indutora da educação em tempo integral no Brasil, instituída pela Portaria Interministerial n.º 17/2007 e regulamentado pelo Decreto 7083/2010.

Acesse a página do PDDE Interativo para cadastrar a escola

Confira o passo a passo para o cadastramento de novas escolas

Fonte: Portal do MEC

terça-feira, 8 de abril de 2014

Comitê de Araucária (PR) mobiliza famílias e comunidade pela melhoria da Educação

Membros do Comitê de Mobilização de Araucária, no Paraná, estiveram reunidos, no dia 7 de março, para avaliar as ações de incentivo à interação família-escola desenvolvidas junto à comunidade em 2013 e para planejar novas atividades para 2014. O encontro foi realizado na Biblioteca Pública Municipal Emiliano Perneta e marcou também o início da preparação para a Semana Municipal de Mobilização Social pela Educação, a ser realizada na cidade paranaense entre os dias 15 e 19 de setembro.

Membros do Comitê de Araucária (PR)
Durante a reunião, o mobilizador Moacir Tuleski apresentou aos demais integrantes do Comitê as ações desenvolvidas pelo grupo de mobilizadores que fazem parte da Guarda Municipal de Araucária e atuam no Departamento de Ação e Prevenção (DAP). No ano anterior, os voluntários do DAP visitaram diversas escolas para conversar com os pais sobre vários temas, como violência nas escolas e prevenção ao uso de drogas, divulgando também a mensagem da Cartilha Acompanhem a vida escolar dos seus filhos.

De acordo com o mobilizador Everton Oliveira de Souza, as atividades de conscientização sobre a importância da interação família-escola promovidas pelos voluntários da Guarda Municipal alcançaram número expressivo de familiares de alunos. “Foram alcançadas cerca de 12 mil pessoas, entre pais e alunos. O grupo pretende, neste ano, realizar uma avaliação nas escolas através de questionário para verificar o impacto positivo das visitas”, afirmou.
 
Entre as ações programadas durante o encontro para 2014, o Comitê de Mobilização de Araucária pretende, com o apoio da Faculdade Nacional de Educação e Ensino Superior do Paraná (Faneesp), implementar o Projeto Abrace Sua Escola nas unidades de ensino municipais. A ser promovido durante a Semana de Moblização Social pela Educação, o Projeto visa envolver mobilizadores, pais, mães, alunos e educadores para contribuir para a prevenção da violência escolar, por meio do incentivo ao protagonismo juvenil e à capacitação de jovens.

Com informações de Everton Oliveira de Souza, mobilizador social pela Educação em Araucária (PR).

segunda-feira, 7 de abril de 2014

Itajaí (SC) recebe Oficina de Formação de Mobilizadores Sociais pela Educação

A Secretaria Municipal de Educação de Itajaí, em parceria com o Comitê de Interação entre Família, Escola e Sociedade Organizada (CIFESO), realiza, nesta terça e quarta-feira, dias 8 e 9 de abril, Oficina de Formação de Mobilizadores Sociais pela Educação. A atividade conta com o apoio da equipe do Plano de Mobilização Social pela Educação (PMSE/MEC), e tem como objetivo fortalecer as ações de incentivo à interação família-escola na cidade catarinense.

Conduzido pelo representante do PMSE/MEC, Paulo Ronaldo dos Santos, o evento de formação conta com exposições sobre as metas, estratégias e estatísticas do Plano de Mobilização, bem como exemplos bem-sucedidos de sua implementação em diversas localidades. Serão apresentados, ainda, os fundamentos da interação família-escola, os desafios e avanços da educação brasileira e orientações para reforçar a atuação do Comitê local, o CIFESO.

Além de formar voluntários para atuarem como mobilizadores sociais pela Educação, a Oficina em Itajaí tem entre suas metas capacitar os participantes para atuarem no combate à violência escolar. Jovens do Projeto Crescer – iniciativa que ajuda jovens de baixa renda de 16 a 24 anos a entrarem no mercado de trabalho – vão participar do evento e, na oportunidade, serão oferecidos cursos para o público jovem.

Encontro de mobilizadores

https://sites.google.com/site/familiaeducadora1/Movimento%20Social%20pela%20Educa%C3%A7%C3%A3o%20em%20Itaja%C3%AD-2014.pdf?attredirects=0&d=1
Clique na imagem para acessar a apresentação sobre a
Mobilização Social pela Educação em Itajaí (SC),
apresentada no encontro de mobilizadores
do dia 6 de março
Em preparação para a Oficina, a supervisora de Programas Educacionais da Secretaria Municipal de Educação e membro do CIFESO, Nádia Regina Machado, promoveu, com o apoio dos demais integrantes do Comitê, encontro com os voluntários da Mobilização Social pela Educação em Itajaí. Realizada no dia 6 de março, a ação teve como finalidade reunir representantes de todas as escolas da rede municipal de ensino da cidade catarinense e convidá-los a integrarem o Comitê local.

Durante o encontro, a mobilizadora expôs apresentação com o histórico da Mobilização em Itajaí. “A apresentação detalha o processo do movimento gradativamente, desde o início, e as etapas percorridas e alcançadas, como, por exemplo, ter um programa na Secretaria Municipal de Educação para promover a interação entre Família e Escola, através das diretrizes do Movimento Social pela Educação e constituir o Comitê do Movimento Social pela Educação em Itajaí, além das articulações que foram e serão realizadas”, relatou Nádia Regina.

A mobilizadora descreveu, ainda, como a Oficina de Formação de Mobilizadores foi organizada e divulgada no município. “Articulamos a cidade de quase 200 mil habitantes com seus lideres locais, um representante por unidade de ensino, toda mídia local, os secretários de educação da mesorregião do Vale do Itajaí e a coordenação do Grupo Articulador de Fortalecimento do Conselho Escolar de Santa Catarina (GAFCE/SC) para que a Mobilização tenha muita força em Itajaí e possa se propagar no estado”, afirmou.

Serviço

Oficina de Formação de Mobilizadores Sociais pela Educação em Itajaí (SC)
Data: 8 e 9 de abril de 2014
Local: Auditório da Secretaria Municipal de Educação de Itajaí – Av. Ver. Abrahão João Francisco – 3855 – Ressacada
Horário: 8h às 18h

sexta-feira, 4 de abril de 2014

Milagres (BA) capacita mobilizadores e reforça incentivo à interação família-escola

Participantes da Oficina de Formação de Mobilizadores
em Milagres (BA)
Representantes da Secretaria Municipal de Educação, professores, coordenadores e diretores de escolas municipais, lideranças religiosas, membros do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), do Conselho Tutelar e agentes comunitários de saúde estão entre os voluntários que participaram, nos dias 20 e 21 de fevereiro, de Oficina de Formação de Mobilizadores Sociais pela Educação em Milagres, na Bahia. Dos 44 participantes da atividade, 39 se dispuseram a compor o Comitê de Mobilização local formado ao final do evento, com o objetivo de reforçar as ações de incentivo à interação família-escola na cidade.

Conduzida pela representante da equipe do Plano de Mobilização no Ministério da Educação (PMSE/MEC), Doris Cardoso Prudente Bertolino, a Oficina contou com exposições sobre as metas, estratégias e estatísticas do PMSE, bem como sugestões de implementação do Plano. Os voluntários conheceram, ainda, os avanços e desafios da Educação no Brasil, os principais programas do poder público de apoio à Educação Básica e exemplos de boas práticas de incentivo à interação família-escola-comunidade em diversas localidades.

De acordo com a palestrante, Doris Cardoso, os participantes se mostraram receptivos às orientações do Plano de Mobilização e dispostos a fortalecer as ações para aproximar familiares e educadores. “O resultado do evento foi bastante positivo, com um público bastante participativo e interessado, comentando inclusive da importância dos conhecimentos e experiências repassados através da oficina e da cartilha Acompanhem a vida escolar dos seus filhos como instrumento de conscientização”, afirmou.

Integrantes do Comitê de Mobilização de Milagres
O apoio da Secretaria Municipal de Educação de Milagres ao grupo de mobilizadores também foi destacado pela representante do PMSE/MEC. “A secretária, professora Maria Helena Regis Amaral, se mostrou muito interessada e agradeceu muito nossa contribuição, o que também aconteceu com os demais profissionais presentes. Acredito que os mobilizadores estarão colocando em prática o aprendizado que tiveram”, relatou Doris.

Entre os públicos apontados como prioritários pelo Comitê de Milagres para receber as ações de Mobilização, estão os beneficiários do Programa Bolsa Família e o público atendido pela promotoria da Infância e Juventude e pelo Conselho Tutelar. Os mobilizadores pretendem também buscar parcerias com a Igreja Católica, demais conselhos municipais, associações de bairro e comercial, além do Poder Judiciário.

Confira abaixo a composição do Comitê de Mobilização Social pela Educação de Milagres (BA):