quinta-feira, 23 de abril de 2015

Mobilização Social pela Educação é apresentada no XV Fórum Estadual da UNDIME-MA

O Plano de Mobilização Social pela Educação (PMSE) é um dos tópicos a serem debatidos durante o XV Fórum Estadual da seccional maranhense da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime-MA), promovido nesta quinta e sexta-feira, dias 23 e 24 de abril. Sediado na capital São Luís, o evento tem como tema “Políticas e Práticas Educativas: por uma escola digna” e culminará com a eleição e posse de nova diretoria para o biênio 2015 a 2017. 

A exposição sobre o Plano de Mobilização, a ser realizada na tarde desta sexta-feira, será conduzida pelo representante do PMSE do Ministério da Educação, Paulo Ronaldo dos Santos. Durante a apresentação, os participantes vão conhecer as orientações e metas do Plano de Mobilização Social, bem como exemplos bem-sucedidos de sua aplicação em cidades maranhenses. 

Além do PMSE, a programação do Fórum inclui palestras sobre valorização dos profissionais da Educação, Educação Inclusiva, diretrizes curriculares para Educação Infantil, entre outros temas. O evento também conta com a presença de representantes da Fundação Lemann, do Instituto Natura, da Fundação Itaú Social, da Lego Education e da Unicef.

Serviço

Apresentação do Plano de Mobilização Social pela Educação no XV Fórum Estadual da UNDIME-MA
Data: 24 de abril de 2015
Local: Auditório do Palácio Henrique de La Rocque - Avenida Jerônimo de Albuquerque S/N, Calhau – São Luís-MA
Horário: 15h às 16h

quarta-feira, 22 de abril de 2015

Escola de Governador Nunes Freire (MA) mobiliza famílias para melhorar indicadores

O Complexo Educacional Professor Hamilton Werneck, em Governador Nunes Freire (MA), tem apostado na mobilização das famílias dos estudantes como forma de reduzir os índices de reprovação, distorção idade-série e abandono escolar. Ao longo deste ano, a escola desenvolve o projeto “Família Presente, Escola Contente” para dar continuidade aos bons resultados alcançados em parceria com as famílias em 2014.

Marca do projeto de incentivo à participação das famílias do
CE Prof. Hamilton Werneck 
“Nossos dados eram muito ruins, tínhamos 32% de alunos reprovados e um alto índice de distorção e abandono. Algo precisava ser feito. Partimos para a mobilização com as famílias, apresentamos os dados, desde o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) até os dados internos, e solicitamos a parceria, pois juntos conseguiríamos reverter o quadro”, conta a gestora da instituição de ensino, Elizangela Oliveira.

Para incentivar a participação dos familiares, a escola criou a Coordenação da Família, que promovia visitas às casas de estudantes que apresentassem cinco faltas consecutivas. Foram também realizadas reuniões bimestrais antes de serem aplicadas as avaliações, para que os pais e responsáveis pudessem acompanhar o período de provas. Foi elaborado, ainda, um “livro de acompanhamento das famílias”, para registrar as visitas feitas pelos familiares à unidade de ensino.

Evento de encerramento do ano letivo da CE Prof. Hamilton
Werneck homenageou as famílias que mais participaram
No fim do ano letivo, o CE Prof. Hamilton Werneck entregou prêmios e certificados às 10 famílias que mais estiveram presentes nas atividades promovidas pela instituição, chamadas de “Famílias Nota 10”. “A entrega da premiação aconteceu no encerramento do ano letivo e foi denominado de Dia da Família na Escola. Decoramos a escola e tornamos o local belíssimo para receber as famílias, foi um momento maravilhoso”, relatou a gestora.


Segundo Elizangela, já podem ser verificados resultados positivos da integração com as famílias. “Conseguimos reduzir de 32% para 8% a reprovação, o abandono não passou de 2%. Ou seja, o objetivo foi alcançado”, comemorou.

Com informações de Elizangela Oliveira, gestora do CE Prof. Hamilton Werneck e mobilizadora social pela Educação em Governador Nunes Freire (MA).

segunda-feira, 20 de abril de 2015

Projeto incentiva brincadeira segura com pipas e envolve famílias e educadores em Suzano (SP) e Iúna (ES)

Patrocinado pela EDP, distribuidora de energia do Espírito Santo e das regiões do Vale do Paraíba, Alto Tietê e Litoral norte de São Paulo, o projeto Brincando com Pipas tem envolvido familiares, educadores e comunidade em 10 escolas municipais de Suzano (SP) e em três escolas municipais e uma estadual em Iúna (ES). O projeto tem como objetivo orientar os alunos sobre como brincar de maneira segura com as pipas e, assim, diminuir o número de acidentes durante as brincadeiras. 

Iniciado no dia 27 de março em Suzano e no dia 13 de abril em Iúna, o Brincando com Pipas é realizado em parceria com a Editora Evoluir e o Instituto EDP (IEDP), organização que coordena as ações socioambientais da distribuidora de energia. Em ambas as cidades, o projeto deve alcançar mais de 5.800 alunos.

Durante a primeira fase, educadores e gestores das escolas envolvidas participam de workshop sobre os aspectos positivos da brincadeira com pipas. São oferecidos elementos e informações aos professores, para que eles possam dar prosseguimento às atividades sobre o tema em sala de aula.

A segunda fase, por sua vez, tem como objetivo despertar o interesse dos alunos por meio de visitas às escolas, nas quais são promovidas intervenções artísticas, jogos cooperativos e atividades lúdicas e criativas para educar e conscientizar sobre como brincar de maneira segura e divertida. É realizado, ainda, um evento de celebração, com a participação dos pais e da comunidade.

Para o diretor executivo do Instituto EDP, Pedro Sirgado, o engajamento de pais e responsáveis, bem como de toda a comunidade escolar, é importante para que o projeto tenha êxito. "Envolver a família e a escola é fundamental para que projetos como esse sejam bem-sucedidos com as crianças e jovens. Por meio de atividades diferentes e criativas, a finalidade é promover a conscientização de que brincar pode ser seguro, e não será menos divertido”, ressaltou.

Saiba mais sobre o projeto Brincando com Pipas em Suzano (SP) e em Iúna (ES) no site da EDP. 

Com informações da Assessoria do Instituto EDP.

sexta-feira, 17 de abril de 2015

Câmara e Senado lançam livro sobre Plano Nacional de Educação

A Câmara dos Deputados, em parceria com o Senado Federal, lançou, no dia 14 de abril, o livro Plano Nacional de Educação: construção e perspectivas. A publicação reúne nove artigos de consultores que participaram do assessoramento técnico para a aprovação do Plano Nacional de Educação – PNE 2014-2024 e está disponível para download em formato PDF.

A publicação traz ainda o texto integral da Lei 13.005/14 e seu anexo, que contém as 20 metas e respectivas estratégias do PNE, além do quadro com as metas intermediárias, elaboradas por consultores da Câmara dos Deputados. Na opinião da consultora legislativa da Câmara Ana Valeska Amaral, o livro servirá para todos os públicos. “A gente considerou que tinha acumulado certo conhecimento sobre a matéria e tinha espaço para lançar um olhar sobre o Plano Nacional de Educação, de dentro do Legislativo, aproveitando um pouco dessa visão que a gente tinha adquirido no processo de discussão e de aprovação da matéria no Parlamento”, afirma Amaral.

Segundo a consultora, o livro é uma tentativa de contribuir para a memória do PNE e para o atual debate sobre educação no país. “O PNE foi especialmente rico em contribuições da sociedade civil e houve um diálogo intenso com os principais atores da comunidade educacional. Essas características ofereceram profundo vigor democrático ao processo legislativo”, destaca.

A publicação está disponível para download por este link.

Fonte: Blog Educação - Parceria Votorantim pela Educação, com informações da Agência Câmara

quarta-feira, 15 de abril de 2015

Secretaria de Educação de Caldas Novas (GO) incentiva interação entre família e escola

Representantes de diversos segmentos sociais participaram
 da Oficina de Formação de Mobilizadores em Caldas Novas
Apresentar o Plano de Mobilização Social pela Educação (PMSE) aos educadores, formar Comitê de Mobilização e inserir o PMSE na pauta das escolas estão entre as propostas da Secretaria Municipal de Educação, Ciências e Tecnologia (SEMECT) de Caldas Novas (GO) para reforçar a interação família-escola-comunidade na cidade goiana. Essas e outras ações foram destacadas como prioritárias no Plano de Ação elaborado durante a Oficina de Formação de Mobilizadores Sociais pela Educação sediada em Caldas Novas, nos dias 12 e 13 de março.

Promovido em parceria com a SEMECT, o evento contou com exposições conduzidas pelo representante do Plano de Mobilização do Ministério da Educação, Paulo Ronaldo dos Santos. Participaram da atividade professores e gestores escolares, bem como representantes da Igreja Católica, do movimento espírita, do Programa Educacional de Resistência às Drogas (PROERD), do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV) e do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA). A secretária municipal de Educação de Caldas Novas, Gabriela Azeredo Santos, também esteve presente na Oficina.

Mobilizadores discutiram maneiras de reforçar e ampliar
as ações de incentivo à interação família-escola
Para subsidiar a construção do Plano de Ação, durante a capacitação os participantes conheceram os fundamentos da interação família-escola, as orientações do Plano de Mobilização e o principal instrumento de trabalho dos mobilizadores, a cartilha Acompanhem a vida escolar dos seus filhos. Foram também oferecidas informações sobre os avanços e desafios da educação no Brasil, além de exemplos de boas práticas de mobilização das famílias e das comunidades desenvolvidas em diversas regiões.

A Oficina contou com apresentação cultural conduzida por
alunos do CMEI Dona Umbelina Maria dos Anjos
Divididos em grupos, os mobilizadores de Caldas Novas foram incentivados a refletirem sobre as ações que já realizam com o intuito de aproximar familiares e educadores. Após a discussão, os participantes apresentaram aos demais voluntários resumos do que já vem sendo feito e o planejamento de novas atividades.

Como resultado da Oficina, além das metas propostas pela da Secretaria de Educação, os participantes da formação estabeleceram como prioridades mobilizar famílias de alunos infrequentes, cobrar das autoridades responsáveis melhorias para a infraestrutura das escolas e integrar os programas de Educação com os de outras áreas, como Saúde, Esporte e Assistência Social.

segunda-feira, 13 de abril de 2015

Janine Ribeiro pede união de toda a sociedade para que o Brasil possa avançar na educação

Ao transmitir o cargo a Janine Ribeiro,
Luiz Cláudio Costa (D), que exercia o cargo interinamente,
destacou que o Brasil tem a chance de “delinear o futuro
com tranquilidade” (foto: Mariana Leal/MEC)
Em suas primeiras palavras como ministro da Educação, Renato Janine Ribeiro pediu a união de todos os setores da sociedade para o Brasil poder avançar no setor. “Não só aos trabalhadores na educação, no MEC e fora dele, aos dois milhões de professores, mas também aos 50 milhões de alunos, a seus pais e familiares, aos cidadãos em geral, que deem o melhor de si pela educação”, afirmou, na solenidade de transmissão de cargo, realizada no Ministério da Educação, no dia 6 de abril. “Eduquem-se cada vez mais, nunca parem de aprender. Eduquem os outros, eduquem a sociedade.”

Empolgado com a nova missão de liderar a educação no país, o ministro classificou o setor como instrumento decisivo para a justiça social e para uma cultura de paz. “Queremos que o Brasil seja um país de todos, sem qualquer discriminação, com absoluta igualdade de oportunidades”, destacou. “Não poderemos, evidentemente, promover mudanças sem uma constante valorização do professor, em todos os níveis de ensino.”

Para Ribeiro, a inclusão social, por meio do programa Bolsa-Família e do aumento real do salário mínimo, atendeu a uma necessidade urgente das pessoas que viviam na miséria e na pobreza. Porém, a educação possibilita que essa inclusão seja sustentável e definitiva. “A educação se torna hoje o principal instrumento para ampliar e consolidar os avanços sociais, que desde 2003 o povo brasileiro colocou no primeiro lugar de nossa agenda política”, lembrou.

No meio do discurso, o ministro apresentou um vídeo do literato Antonio Candido, professor emérito da Universidade de São Paulo (USP), como uma homenagem a todos os mestres do Brasil. “Os melhores professores são os que nos transmitem o valor da criação e da transmissão do saber e, por que não dizer, também da sabedoria”, disse.

Autonomia — Mais tarde, já em entrevista coletiva, o ministro afirmou que o apoio da União aos estados e municípios não será apenas financeiro. “Não é só com dinheiro que se faz educação” salientou. “Temos um conhecimento extremamente vasto que a União, até pela questão da escala, tem condições de sugerir modelos de seleção. Seria uma forma de contribuir sem ferir a autonomia de cada ente federado. Podemos também colocar dinheiro junto, mas o essencial é o conhecimento.”

Momentos antes do discurso de Janine Ribeiro, o secretário-executivo do Ministério da Educação, que acumulava o cargo de ministro interino, Luiz Cláudio Costa, reiterou a importância da escolha do nome de um professor. “Seu compromisso com a educação nos dá muita segurança de que teremos tempos de deságio, mas que nos permite delinear o futuro com tranquilidade”, afirmou.

Leia a íntegra do discurso do ministro Janine Ribeiro

Fonte: Portal do MEC

quarta-feira, 8 de abril de 2015

Escolas de Ipiaçu (MG) incentivam a participação das famílias

Familiares de alunos em dia de visitas às escolas de Ipiaçu
Conscientes da importância do envolvimento de pais, mães e responsáveis no cotidiano dos estudantes, professores do município de Ipiaçu (MG) têm se empenhado para aproximar familiares de alunos e comunidade escolar e, assim, melhorar o aproveitamento do ensino. Neste ano, as escolas municipais da cidade mineira devem dar continuidade às ações de mobilização realizadas em 2014 e 2013, como o dia “Pais na Sala de Aula”.

Pais acompanharam alunos em atividades durante o dia
"Pais na sala de aula"
Durante a data, os familiares de alunos são convidados a visitar as escolas e a participarem de uma série de atividades em conjunto com os estudantes. “Os encontros começam sempre com uma leitura feita pelos alunos. Após o momento de acolhida, falamos sobre a importância desse dia para todos, salientando que ele ficará para sempre registrado na mente dos alunos, pais e professores”, relatou a orientadora de estudos, Neomizia Furtado Bezerra Amorim. 

A programação do dia inclui brincadeiras e jogos diversos, além de atividades de matemática e português para serem trabalhados em duplas ou grupos. Para que nenhum estudante ficasse desacompanhado durante as ações, os professores estimularam que outros membros da família comparecessem às unidades de ensino. 

Ao final do dia com os familiares, são apresentados os
trabalhos realizados em conjunto
“Sabendo da resistência de alguns e pensando no desencanto da criança sem ninguém para acompanhá-la, sugerimos que poderiam trazer um tio, irmão, avô, lembrando que várias crianças são criadas ou cuidadas por outros”, apontou Neomízia. 

Para a orientadora, os dias de "Pais na Sala de Aula" são recompensadores. “Nosso objetivo foi alcançado. A participação das famílias foi acima de 85%. Os pais vieram, participaram e se empolgaram”, afirmou.

Confira aqui apresentação com mais imagens e informações das atividades de incentivo à interação família-escola em Ipiaçu, elaborada pela orientadora de estudos Neomízia Furtado. 

segunda-feira, 6 de abril de 2015

Presidenta dá posse a Renato Janine Ribeiro como novo ministro da Educação

Na cerimônia de posse, Dilma afirmou que
Renato Janine Ribeiro está à altura dos grandes educadores
do país: “Sua escolha traz simbolismo à minha prioridade
[a educação] para os próximos quatro anos”
(foto: Diego Rocha/MEC)
“Quem poderia ser mais indicado para comandar toda a transformação na educação do que um professor?”. Com essas palavras de confiança, a presidenta da República, Dilma Rousseff, em solenidade na manhã desta segunda-feira, 6, empossou o novo ministro da Educação, Renato Janine Ribeiro, no Palácio do Planalto.
“Para consolidar a construção do desafio de uma pátria educadora, convidei um professor, um pensador e um apaixonado pela educação; Renato Janine Ribeiro é uma feliz novidade”, disse a presidenta. Ela reiterou a confiança em Janine para cumprir os principais eixos do Plano Nacional de Educação (PNE).

Na cerimônia, Dilma Rousseff lembrou grandes nomes da educação brasileira, como Paulo Freire, Anísio Teixeira, Lourenço Filho, Fernando de Azevedo e Darcy Ribeiro. “Renato Janine Ribeiro está à altura desses educadores”, disse a presidenta. “Sua escolha traz simbolismo à minha prioridade para os próximos quatro anos.”

Natural de Araçatuba, São Paulo, o ministro Renato Janine Ribeiro é doutor em filosofia pela Universidade de São Paulo (USP). Desde 1994, é professor titular da disciplina ética e filosofia política na USP. Tem 78 capítulos de livros editados e 18 livros publicados. Recebeu o Prêmio Jabuti, em 2001; a Ordem Nacional do Mérito Científico, em 1997, e a Ordem do Rio Branco, em 2009.

O novo ministro da Educação também foi membro do conselho deliberativo do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), de 1993 a 1997, e do conselho da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), de 1997 a 1999. Foi secretário da SBPC de 1999 a 2001 e diretor de avaliação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), de 2004 a 2008.

Fonte: Portal do MEC

quinta-feira, 2 de abril de 2015

Cartilha Acompanhem a vida escolar dos seus filhos é divulgada em escola de Anápolis (GO)

Familiares de alunos participaram de palestra sobre a Cartilha
na EM Belisária Corrêa Faria, em Anápolis
Familiares de alunos, professores e a coordenação da Escola Municipal Belisária Corrêa Faria, em Anápolis (GO), participaram, no dia 10 de fevereiro, de palestra sobre a mensagem da Cartilha Acompanhem a vida escolar dos seus filhos. A ação foi promovida pelas mobilizadoras Elisabete Rosa Pereira e Claudete Lacerda Marques.

Além de dialogar sobre a importância do envolvimento de pais e mães no cotidiano escolar de crianças e adolescentes, as mobilizadoras abordaram temas como negligência parental, abuso sexual na infância e adolescência e perigos das drogas. De acordo com Elisabete, a participação dos familiares no evento superou a expectativa das organizadoras e da direção da unidade de ensino.

Mães e pais de alunos aguardam para participar de atividade
sobre interação família-escola
“A escola, como muitas outras já visitadas, contava com um público reduzido, porém foram pegos de surpresa e alguns pais participaram do lado de fora do auditório, por superlotação”, relatou.

A mobilizadora destacou também que esse sucesso vem se repetindo em outras instituições de ensino. “A Mobilização Social pela Educação tem tido boa recepção em Anápolis e, por todas as escolas visitadas até o momento, sempre somos bem recebidos e a resposta posterior à palestra tem trazido benefícios às escolas, minimizando a evasão escolar e integrando os pais. Temos atingido os nossos objetivos”, afirma Elisabete.


Com informações de Elisabete Rosa Pereira, missionária capelã e mobilizadora social pela Educação em Anápolis (GO). 

quarta-feira, 1 de abril de 2015

Concurso Tempos de Escola 2015 abre inscrições

Começa hoje, dia 1º, o período de inscrições do Concurso Tempos de Escola 2015, que chega, este ano, à sua sétima edição. A iniciativa é promovida pelo Instituto Votorantim, como parte do programa Parceria Votorantim pela Educação – PVE, e conta com o apoio do Ministério da Educação – MEC e do Canal Futura.

O concurso é voltado a alunos e professores das redes públicas de ensino dos municípios que participam do PVE e tem como objetivo incentivar a escrita e a reflexão sobre a importância da educação na formação cidadã. Lançado em 2008, o Concurso Tempos de Escola já beneficiou quase 50 localidades com atividades conjuntas com as Secretarias Municipais de Educação e os gestores das unidades de ensino.

Em sua última edição, o Concurso Tempos de Escola recebeu mais de 3 mil inscrições, alcançando a média recorde de 249 redações por município. “O concurso é, hoje, nossa ação de mobilização mais ampla, pois abrange diversos públicos a partir das temáticas propostas pelas várias categorias de participação. O tema geral desta edição, Grandes atitudes pela educação, visa divulgar e promover a reflexão sobre as 5 Atitudes pela Educação, campanha do Todos pela Educação, movimento nacional do qual o Instituto Votorantim passou a ser parceiro este ano”, explica Anna Paula Colacino, coordenadora do PVE.

Categorias e premiações

Os alunos concorrem em quatro categorias, de acordo com sua etapa escolar. Alunos do 4º, 5º e 6º anos do Ensino Fundamental participam na Categoria 1; do 7º, 8º e 9º anos do Ensino Fundamental na Categoria 2; do 1º ao 3º ano do Ensino Médio na Categoria 3; e alunos da Educação de Jovens e Adultos – EJA concorrem na Categoria 4. Cada categoria desenvolverá um tipo de texto diferente a partir de propostas de redação em torno da temática geral do concurso. A carta, ou texto epistolar, será o gênero trabalhado na Categoria 1, o texto expositivo na Categoria 2, o texto publicitário na Categoria 3 e o relato de experiência na Categoria 4.

“A produção das redações, a partir das propostas de cada categoria, envolve tanto alunos e professores como também as famílias, o que vai ao encontro do tema do PVE para 2015: Família e Escola Juntas: uma atitude que transforma. Ao incentivar a escrita entre os alunos, nosso objetivo é fazer com que eles reflitam sobre a importância da escola e da participação de suas famílias na sua formação como cidadãos”, afirma Colacino.

Os vencedores da sétima edição do Concurso Tempos de Escola serão conhecidos em setembro. As premiações vão de certificados a bicicleta, tablets, leitores digitais e notebooks. Além dos alunos, também os professores orientadores das redações vencedoras, ou com maior número de alunos inscritos sob sua orientação, serão premiados.

Confira, aqui, o regulamento completo do Concurso Tempos de Escola 2015. As inscrições devem ser feitas por esta página até o dia 17 de julho. Caso tenha alguma dúvida, escreva para contato@blogeducacao.org.br.

Cronograma do Concurso Tempos de Escola 2015

Inscrições: de 1º de abril a 17 de julho.
Organização e triagem técnica: julho e agosto de 2015.
Seleção pela Comissão Julgadora: de 24 de agosto a 9 de setembro de 2015.
Divulgação dos resultados: dia 16 de setembro de 2015, no Blog Educação.
Premiação: novembro de 2015.

Fonte: Blog Educação