quarta-feira, 27 de agosto de 2014

Conselheiros escolares farão curso sobre gestão democrática

Nos dias 1º de setembro e 1º de outubro próximos, 10 mil integrantes de conselhos escolares das redes públicas de educação básica de 17 estados e do Distrito Federal começam a participar de curso de formação previsto no Programa Nacional de Fortalecimento dos Conselhos Escolares. Cada conselho é constituído pelo diretor da escola e representações de professores, estudantes, pais, funcionários e comunidade. A formação aborda a gestão democrática da escola, funções e responsabilidades dos conselheiros.

O curso, de 40 horas, tem 28 horas em ambiente virtual de aprendizagem e outras 12 divididas em três encontros presenciais, no município-sede das escolas participantes. Ao todo, são dois meses de estudos. Hoje, segundo dados da Secretaria de Educação Básica (SEB) do Ministério da Educação, 23,8 mil conselheiros estão em formação ou já concluíram o curso em 18 das 27 unidades federativas.

De acordo com José Roberto Júnior, coordenador da atividade na SEB, o programa desenvolve duas ações. Na primeira, a formação de técnicos das secretarias estaduais e municipais de Educação é feita a distância, por uma universidade federal. O profissional é preparado para exercer atividades de tutor e articulador no processo de formação de conselheiros. A segunda ação é a qualificação dos conselheiros das escolas públicas. Realizado pelos parceiros do programa, sob a coordenação da SEB, o curso combina estudos em ambientes virtual e presencial.

Nos dois casos, é usado material de apoio desenvolvido pelo Ministério da Educação especialmente para essa finalidade. Este ano, segundo Roberto Júnior, 12 instituições de educação superior são parceiras do programa.

Para compreender a dimensão político-pedagógica do conselho escolar e o exercício das funções deliberativa, consultiva e fiscal, os integrantes do conselho precisam de formação, preparo e conhecimento das particularidades da administração escolar. É a isso que o curso se propõe, de acordo com Roberto Júnior.

Coordenações — As 18 coordenações estaduais do programa estão presentes nas cinco regiões do país. A coordenação estadual é responsável pela seleção dos tutores e coordenadores municipais, pelo planejamento da distribuição de vagas e pelos critérios de seleção dos cursistas. Cada coordenação trabalha em conjunto com uma universidade pública.

Na região Norte, já criaram coordenações os estados do Acre e de Tocantins. No Nordeste, Alagoas, Bahia, Ceará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe. No Sudeste, Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo. No Sul, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. No Centro-Oeste, o Distrito Federal;

O desafio dos parceiros do programa até o final de 2015 é constituir as coordenações em mais nove estados de três regiões e ampliar a oferta de cursos. No Norte, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia e Roraima. No Nordeste, o Maranhão. No Centro-Oeste, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Goiás.

Universidades — O  Programa Nacional de Fortalecimento dos Conselhos Escolares conta com a parceria das universidades federais do Rio Grande do Norte (UFRN), do Ceará (UFC), de São Carlos (UFSCar), de Santa Catarina (UFSC), Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ), do Espírito Santo (UFES), de Uberlândia (UFU), da Bahia (UFBA), do Piauí (UFPI), de Pernambuco (UFPE), Fluminense (UFF) e da Universidade de Brasília (UnB).

A parceria abrange também organismos nacionais e internacionais, como o Conselho Nacional dos Secretários de Educação (Consed), a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), a Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE), o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), a Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura (Unesco) e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud).

A constituição e o funcionamento dos conselhos escolares estão previstos na Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB) [Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996], agora reafirmados no novo Plano Nacional de Educação (PNE) [Lei nº 13.005, de 25 de junho de 2014].

Por Ionice Lorenzoni - Portal do MEC

terça-feira, 26 de agosto de 2014

Voluntários de Campo Formoso (BA) incentivam interação família-escola-comunidade

Importância da nteração família-escola foi um dos temas
abordados no evento no Colégio Augusto Galvão,
em Campo Formoso
No município baiano de Campo Formoso, mobilizadores do Grupo de Ação Ideal Voluntário (Gaiv), mantido pela Intercement – empresa do grupo Camargo Corrêa –, têm se empenhado para promover ações que incentivem a interação entre educadores, alunos, familiares e comunidade. Exemplo desse trabalho pôde ser conferido no dia 6 de junho, quando o Auditório Anísio Teixeira, do Colégio Presbiterariano Augusto Galvão, sediou atividade com o objetivo de combater a evasão escolar e estimular o envolvimento de pais e mães no cotidiano estudantil.

Com palestras sobre os temas “Metas – por que devo traçar um plano pro futuro, ter objetivos e nunca desistir até conseguir concluir” e “A importância da participação dos pais na vida escolar dos filhos”, a ação reuniu estudantes, professores, funcionários e a direção do Colégio Augusto Galvão. Além dos mobilizadores do Gaiv, o encontro foi organizado com o apoio da Igreja Batista e das empresas Ferbasa, de mineração e metalurgia; TGB, de logística industrial; e da Nutri Refeições Coletivas, que forneceu lanche para o evento.

Segundo a voluntária do Gaiv, Elenita Delmira Monteiro, já podem ser vistos resultados da atividade. “Há maior interesse por parte dos alunos quanto à participação dos pais na escola. Estou muito otimista quanto a realização de novos eventos”, afirmou.

Com informações de Elenita Delmira Monteiro, mobilizadora social pela Educação em Campo Formoso (BA).

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Limoeiro (PE) promove I Congresso de Mobilizadores Sociais pela Educação

Cerca de 100 participantes são esperados para o I Congresso de Mobilizadores Sociais pela Educação a ser realizado nesta terça e quarta-feira, dias 26 e 27 de agosto, em Limoeiro (PE). Promovido com o objetivo de fortalecer as ações que aproximam escola, família e comunidade, a programação do evento conta com Oficina de Formação de Mobilizadores e palestra conduzidas pela representante do Plano de Mobilização Social pela Educação no Ministério da Educação (PMSE/MEC), Doris Cardoso Prudente Bertolino.

Entre os presentes, participam do evento pais e mais de alunos, gestores escolares, conselheiros tutelares, lideranças religiosas e representantes da Gerência Regional de Educação (GRE) do Vale do Capibaribe. A atividade recebe também técnicos da Secretaria Municipal de Educação e lideranças sociais do município de Lagoa de Itaenga (PE).

Em suas exposições, a representante do PMSE/MEC, Doris Cardoso, irá apresentar os fundamentos da interação família-escola-comunidade e as estratégias e metas do Plano de Mobilização Social pela Educação. Serão fornecidos, ainda, exemplos da implementação do Plano em diversas localidades e orientações para a criação de Comitê de Mobilização em Limoeiro.

Além da formação de mobilizadores, o programa do evento inclui oficinas temáticas sobre a inclusão de minorias e do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) no Projeto Político Pedagógico (PPP).

Serviço
 
I Congresso de Mobilizadores Sociais pela Educação em Limoeiro (PE)
Data: 26 e 27 de agosto de 2014
Local: Escola Pe. Adauto Nicolau Pimentel – Av. Vigário Joaquim Pinto, Centro, Limoeiro (PE)
Horário: Dia 26: 8h às 16h
             Dia 27: 9h às 16h

terça-feira, 19 de agosto de 2014

Municípios maranhenses fortalecem mobilização da comunidade em prol da Educação

Com o objetivo de fortalecer as ações de incentivo à interação família-escola-comunidade, os municípios maranhenses de Olho d’Água das Cunhãs, Penalva e Governador Nunes Freire vão reunir educadores, gestores e voluntários em eventos sobre Mobilização Social pela Educação. As atividades contam com a presença do representante da equipe do Plano de Mobilização Social pela Educação do Ministério da Educação (PMSE/MEC), Sérgio Benedito Maia.

Oficinas de Formação de Mobilizadores

Clique na imagem para visualizar o convite para a
Oficina de Formação de Mobilizadores em
Olho d'Água das Cunhãs
Olho d’Água das Cunhãs e Penalva promovem, nos dias 20 e 21 de agosto, respectivamente, Oficinas de Formação de Mobilizadores Sociais pela Educação. Os eventos de formação são organizados pelas secretarias municipais de Educação e têm como objetivo capacitar voluntários para a realização de ações que estimulem o envolvimento das famílias e da comunidade no cotidiano escolar.

Durante as Oficinas, o representante do PMSE/MEC, Sérgio Maia, irá apresentar as metas, estratégias e estatísticas do Plano de Mobilização Social pela Educação, os fundamentos da interação família-escola-comunidade, além de sugerir atividades e orientar a elaboração de Plano de Ação de acordo com a realidade socioeducacional de cada município. Serão expostos, ainda, exemplos bem-sucedidos da implementação do PMSE em diversas regiões do País.

Serviço

Oficina de Formação de Mobilizadores Sociais pela Educação em Olho d’Água das Cunhãs (MA)
Data: 20 de agosto de 2014
Local: Secretaria Municipal de Educação de Olho d’Água das Cunhãs (MA)
Horário: 8h às 18h

Oficina de Formação de Mobilizadores Sociais pela Educação em Penalva (MA)

Data: 21 de agosto de 2014
Local: Secretaria Municipal de Assistência Social de Penalva
Horário: 8h às 18h


I Encontro Regional da Mobilização Social pela Educação
Clique na imagem para visualizar
o convite para o Encontro Regional
de Mobilização em Gov. Nunes Freire

Governador Nunes Freire, por sua vez, sedia o I Encontro Regional da Mobilização Social pela Educação, promovido pelo Comitê de Mobilização local. A atividade será realizada no dia 22 de agosto, a partir das 13h, e também conta com palestra a ser conduzida pelo representante do PMSE/MEC, Sérgio Benedito Maia.

Serviço

I Encontro Regional da Mobilização Social pela Educação em Governador Nunes Freire (MA)
Data: 22 de agosto de 2014
Local: Câmara Municipal de Vereadores – Rua do Coqueiro Verde, Centro – Governador Nunes Freire
Horário: 13h

segunda-feira, 18 de agosto de 2014

Mobilização Social pela Educação é tema de eventos em municípios do Rio de Janeiro

Os municípios fluminenses de Nilópolis, Belford Roxo e Macaé realizam, nesta semana, eventos com o intuito de fortalecer a atuação de mobilizadores sociais pela Educação e o desenvolvimento de ações para aproximar família, escola e comunidade. Promovidas com o apoio das secretarias municipais de Educação, as atividades contam com a presença da coordenadora do Plano de Mobilização Social pela Educação no Ministério da Educação (PMSE/MEC), Ivanete Oliveira dos Santos.

Nilópolis 

Clique na imagem para visualizar o convite para a
Oficina de Formação de Mobilizadores em Nilópolis
Nesta segunda-feira, dia 18 de agosto, Nilópolis recebe a 1ª Oficina de Formação de Mobilizadores Sociais pela Educação, realizada pela Superintendência de Promoção da Igualdade Racial da Secretaria Municipal de Cidadania e Direitos Humanos em parceria com a Secretaria Municipal de Educação. As exposições da formação serão conduzidas pela coordenadora do PMSE/MEC.

Entre os temas abordados na Oficina, os participantes vão conhecer as orientações do Plano de Mobilização Social pela Educação, bem como exemplos bem-sucedidos de sua implementação em diversas localidades. Serão apresentados, ainda, os fundamentos da interação família-escola-comunidade e sugestões de ações para os mobilizadores locais.

Serviço

1ª Oficina de Formação de Mobilizadores Sociais pela Educação de Nilópolis
Data: 18 de agosto de 2014
Local: Escola Municipal Washington Bittencourt – Bairro Nova Horizonte – Nilópolis
Horário: 9h às 17h


Belford Roxo

Em Belford Roxo, a coordenadora do PMSE/MEC, Ivanete Oliveira dos Santos, vai participar do evento de instalação do Comitê de Mobilização Social pela Educação que vai atuar na cidade. A se realizar na terça-feira, 19 de agosto, o encontro entre os mobilizadores e a coordenadora vai propiciar o debate sobre as ações a serem desenvolvidas pelo grupo de mobilizadores.

“O Comitê Municipal de Mobilização Social pela Educação, nos parâmetros do Plano de Mobilização social pela Educação – MEC, vai solidificar as ações desenvolvidas nas escolas municipais de Belford Roxo, enfocando a interação família- escola-comunidade”, afirmou a coordenadora de Programas e Convênios da Secretaria Municipal de Educação de Belford Roxo, Franci Rose Araújo.


Macaé

Clique na imagem para visualizar o convite para o
I Encontro de Mobilização Social pela Educação Pública
de Macaé
Nos dias 21 e 22 de agosto, a Secretaria Municipal de Educação de Macaé promove o I Encontro Municipal de Mobilização Social pela Educação Pública, que conta, em sua programação, com Oficina de Formação de Mobilizadores. Além de mobilizadores e profissionais da Educação, a atividade vai reunir representantes dos conselhos escolares do município.

Assim como em Nilópolis, a Oficina em Macaé será conduzida pela coordenadora do Plano de Mobilização Social pela Educação no MEC, Ivanete Oliveira dos Santos, e irá abordar, entre outros tópicos, as metas e estratégias do PMSE e práticas exitosas de interação família-escola-comunidade desenvolvidas em diversas localidades.

Serviço

I Encontro Municipal de Mobilização Social pela Educação Pública de Macaé
Data: 21 e 22 de agosto de 2014
Local: Fundação Educacional de Macaé (FUNEMAC) – Auditório Cláudio Ulpiano – Rua Aluisio da Silva Gomes, 50 – Granja dos Cavaleiros, Macaé-RJ
Horário: Dia 21: 8h às 17h
              Dia 22: 8h às 12h

sexta-feira, 15 de agosto de 2014

Olimpíada da Língua Portuguesa: prazo para envio de textos é estendido até domingo,17

O prazo para envio dos textos para a Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro, edição 2014, foi estendido até a meia-noite de domingo, 17. As escolas participantes devem enviar on-line, até essa data, os textos escolhidos para a etapa seguinte, a municipal.

Em todo o país, 46.902 escolas públicas com turmas do quinto ano do ensino fundamental ao terceiro ano do ensino médio cumprem agenda comum, com foco na língua portuguesa. O tema em todos os gêneros literários é O Lugar onde Vivo.

A seleção das obras, pelas equipes de cada escola, constitui a primeira de quatro etapas da olimpíada. Dados do Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária (Cenpec), entidade que coordena o concurso, mostram que o evento envolve 170 mil professores de língua portuguesa de 46.902 escolas das 27 unidades da Federação. Dos 5.565 municípios brasileiros, 5.014 aderiram, o que representa 90,1% do total.

Os textos selecionados são digitados em campo próprio, no portal da olimpíada, e seguem para a segunda fase, no âmbito do município. A terceira etapa é a estadual e a quarta, a regional.

Gêneros — Na fase regional, é promovido o encontro entre os melhores autores e os professores, por gêneros literários. Cada gênero terá 125 alunos, 125 professores e a equipe que vai trabalhar com eles. As reuniões por categoria serão realizadas em São Paulo, Recife, Porto Alegre e Campo Grande, no período de 28 de outubro a 20 de novembro próximo. Nesses encontros são escolhidos os 20 textos finalistas, cinco por categoria. A reunião nacional será realizada de 24 a 28 de novembro. A premiação, em 1º de dezembro, em Brasília.

Os 20 estudantes e seus professores receberão medalhas, notebooks e impressora. As escolas dos ganhadores terão direito a dez microcomputadores, impressora, projetor multimídia, telão para projeção e livros.


Fonte: Portal do MEC

quarta-feira, 13 de agosto de 2014

Parceria Votorantim pela Educação realiza 2ª Oficina de Mobilizadores e Consultores

2ª Oficina de Mobilizadores e Consultores do PVE
(foto: Blog Educação)
Acontece, durante os dias 13 e 14 de agosto, em São Paulo, a 2ª Oficina de Mobilizadores e Consultores do Parceria Votorantim pela Educação. Participantes do projeto, colaboradores do Instituto Votorantim e organizações parceiras estarão presentes no evento. A Oficina é realizada com o objetivo de apresentar a consolidação dos resultados do 1º semestre e retomar o planejamento das ações que irão acontecer nos próximos meses.

Em 2014, a frente de mobilização do PVE é norteada pelo tema A Cidade Também Ensina. A Educação Está em Todos os Lugares e o trabalho se engaja na causa de um município que se vê como um território educativo. Já a frente de gestão do PVE, paralelamente, busca promover formações voltadas para os técnicos das secretarias de educação e diretores escolares, visando articular e mobilizar todos os atores do sistema educacional em prol de melhores condições de aprendizagem.

O Blog Educação irá cobrir o evento e divulgar os principais debates nas redes sociais. Acompanhe a página do blog no Twitter e no Facebook. Para saber mais, acesse também: Parceria Votorantim pela Educação inicia atividades de 2014 e Parceria Votorantim pela Educação – Família por uma cidade que educa.

Fonte: Blog Educação

segunda-feira, 11 de agosto de 2014

Comitê de Bauru (SP) conquista parceria de Centro Espírita

Membros do Comitê de Bauru e voluntárias do Projeto
Seara de Luz, do Centro Espírita Amor e Caridade
O Plano de Mobilização Social pela Educação (PMSE) foi apresentado, no dia 18 de junho, a voluntários do Projeto Seara de Luz, mantido pelo Centro Espírita Amor e Caridade em Bauru (SP). As exposições sobre o PMSE foram conduzidas pelas mobilizadoras Rosimeire Roveda e Maria Teresa Turtelli, integrantes do Comitê local

Como resultado do encontro, foram planejadas ações de incentivo à interação família-escola-comunidade a serem realizadas em conjunto com o Projeto, que promove ações direcionadas a alunos de escolas de Bauru. “Foram discutidas várias maneiras de desenvolver ações de mobilização e ficou decidido que o Comitê participará da próxima reunião do Projeto com os pais, apresentando o PMSE e orientando-os na utilização da Cartilha Acompanhem a vida escolar dos seus filhos”, informou a mobilizadora Rosimeire Roveda.

Durante a reunião, além do PMSE, Rosimeire e Maria Teresa apresentaram a mensagem da cartilha, bem como formas de trabalhar a publicação junto aos pais de estudantes atendidos pelo Projeto Seara de Luz.  As mobilizadoras também ressaltaram a importância de conhecer o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) das unidades de ensino alcançadas pelo Projeto e de divulgar o indicador aos pais e responsáveis.

A atividade propiciou, ainda, a troca de experiências na área de Educação entre as integrantes do Comitê e os voluntários do Seara de Luz. “As pessoas presentes puderam trocar ideias sobre o assunto, cada um expressando sua experiência no campo da educação e do relacionamento família x escola. Foi lembrada pelas educadoras do Projeto a grande distância que persiste em existir entre os pais e a escola – cada um trabalhando de um jeito diferente o que deveria ser trabalhado em comum, para o benefício do próprio aluno”, apontou Rosimeire.

Com informações de Rosimeire Roveda, mobilizadora social pela Educação em Bauru.

sexta-feira, 8 de agosto de 2014

Uberlândia (MG) realiza Oficina de Formação de Mobilizadores Sociais pela Educação

O município de Uberlândia, localizado na região do Triângulo Mineiro, recebe, nesta segunda-feira (11), Oficina de Formação de Mobilizadores Sociais pela Educação. Realizada na Universidade Federal de Uberlândia (UFU), a atividade vai contar com exposições conduzidas pela coordenadora do Plano de Mobilização Social pela Educação no Ministério da Educação, Ivanete Oliveira dos Santos.

Durante a Oficina, os participantes vão conhecer as metas, estratégias e estatísticas do Plano Mobilização Social pela Educação, bem como exemplos de boas práticas de incentivo à interação família-escola promovidas em diversas localidades. Serão fornecidas também sugestões de atividades e orientações para a elaboração de Plano de Ação a ser desenvolvido pelos mobilizadores locais.

Serviço

Oficina de Formação de Mobilizadores Sociais pela Educação em Uberlândia (MG)

Data: 11 de agosto de 2014
Local: Bloco 3Q da Universidade Federal de Uberlândia – Campus Santa Mônica
Horário: 8h às 18h


Lei estabelece Dia Municipal da Mobilização Social pela Educação em Uberlândia

Assim como outras cidades brasileiras, Uberlândia instituiu em lei o Dia Municipal da Mobilização Social pela Educação, com o intuito de incentivar a promoção de ações que aproximem educadores, familiares de alunos e comunidade em busca de melhorias para a Educação. A ser comemorado no dia 19 de setembro, em homenagem ao aniversário do educador Paulo Freire, o Dia da Mobilização em Uberlândia foi estabelecido pela Lei nº 11.360, de 16 de maio de 2013.

Acesse aqui o arquivo da Lei que instituiu o Dia Municipal da Mobilização Social pela Educação em Uberlândia.

quinta-feira, 7 de agosto de 2014

Escolas públicas têm novo prazo para fazer o cadastramento no programa Mais Educação

O prazo para cadastramento de escolas públicas que pretendam integrar o programa Mais Educação foi prorrogado até o dia 31 próximo. O procedimento deve ser feito on-line, no sistema do Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE) interativo.

Ao oferecer educação integral ou jornada ampliada, as redes públicas de ensino contribuem para qualificar a aprendizagem de crianças, adolescentes e jovens, reduzir a repetência e a evasão escolar. Escolas que ingressam no programa oferecem, no mínimo, sete horas diárias de atividades, que compreendem aula das disciplinas do currículo, orientação de leitura e estudo, acompanhamento pedagógico e atividades orientadas nos campos da cultura e dos esportes.

Para facilitar a escolha de diretores e coordenadores pedagógicos, o Ministério da Educação oferece às escolas uma relação de atividades nas áreas de educação ambiental; esporte e lazer; direitos humanos em educação; cultura e artes; cultura digital; promoção da saúde; comunicação e uso de mídias; investigação no campo das ciências da natureza; e educação econômica. O acompanhamento pedagógico é obrigatório.

A meta do programa para este ano é a adesão de 60 mil escolas. Aquelas que apresentam 50% ou mais de estudantes participantes do programa Bolsa-Família têm prioridade de atendimento, considerada a intersetorialidade do programa com o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome por meio do programa Brasil sem Miséria.

Para participar do Mais Educação, as escolas devem preencher o cadastro no PDDE Interativo, informar dados como os número de estudantes e escolher as atividades.

Fonte: Portal do MEC